AAB/ Concurso de

Missões para Mini-Satélites

Evento

Calendário

Regulamento

Regulamento

Objetivos

1– Estimular a participação da sociedade brasileira no setor espacial

2– Oferecer a oportunidade para a concepção e desenvolvimento de uma missão espacial de baixo custo proposta por membros de instituições hoje não participantes regulares do programa espacial.

Objeto da proposta

Conceber uma missão espacial para um ou mais satélites [cada um com no máximo 50 kg].

Conteúdo da proposta

Cada proposta deverá conter, minimamente:

1– O propósito da missão [o que ela deverá realizar e que tipo de dado ou informação ela gerará].

2– A justificativa da missão [porque tal missão é importante].

3– Massa total estimada para o(s) satélite(s)

4– Altitude(s) e plano(s) de inclinação da(s) órbita(s)

5– Tipo de lançamento (primário, secundário) e lançador.

6– Operação; como será feita a comunicação com o solo – envio dos dados (quais estações terrenas serão usadas) e comandos de solo (se houver).

7– Estimativa de custos de desenvolvimento, de lançamento e de operação.

8– Equipamentos de carga útil embarcados e que gerarão os dados da missão com estimativa do seu consumo de energia.

Cooperação

Este concurso está em consonância com concurso similar promovido mundialmente pela UNISEC – University Space Engineering Consortium, do Japão, e pela Universidade de Tóquio, sendo seus cronogramas compatíveis.

Atuação da AAB

1– Encaminhar as propostas dos abstracts para o concurso japonês (nada impede que os trabalhos sejam enviados ao Japão independentemente da AAB).

2– Realizar concurso interno, nacional, com as propostas recebidas.

3– Auxiliar respondendo às dúvidas dos proponentes para suas propostas, previamente ao encaminhamento à AAB.

Prêmios

Para o concurso internacional

Informações sobre avaliação e premiação do concurso internacional podem ser obtidas em http://spacemic.net

Para o concurso nacional da AAB

  • Possibilidade de realização da missão vencedora do concurso nacional (a AAB se propõe a viabilizar a execução da missão através da obtenção de recursos de terceiros)

  • Certificado de participação para todos os proponentes

  • Certificado de destaque para os três primeiros colocados.

Regulamento

Elegibilidade

Pessoas ou grupos de pessoas físicas e jurídicas, atuantes no setor público ou privado nacional.

Critérios de avaliação

1– Relevância da missão proposta.

2Viabilidade técnica e econômica do desenvolvimento da missão proposta.

3– Custos para a realização da missão proposta

4– Otimização da massa do(s) satélite(s)

5– Utilização de componentes miniaturizados.

Cronograma

25 de Abril – Entrega dos resumos (veja instruções em formulário de inscrição )

15 de Julho – Anúncio dos finalistas nacionais

31 de Outubro – Encaminhamento dos trabalhos finais

22 de Novembro – Apresentação dos trabalhos e divulgação dos resultados.

Comissão Organizadora & Julgadora

Fernando Stancato -Embraer [Presidente da Comissão]

Otavio Durão -INPE

Valdemir Carrara -INPE

Ramon Machado Cardoso -IAE

Luiz Siqueira Martins Filho -UFABC

Abe Bonnema -ISIS Space, Holanda

Mais nformações: aab.camms@aeroespacial.org.br